Editoriais

Diga logo que a ama: Demi Lovato e a síndrome do “flop” que nunca existiu

Comentários (3)
  1. PALMAS O TOCANTINS INTEIRO PRA ESSE ARTIGO. Deus do céu, que ótima leitura eu tive aqui, não só por pensar de acordo com isso há tempos, mas também pela falta de escritas assim hoje em dia! Como assim as pessoas decoram Charts mas não consideram os anos de carreira? outra, desde quando só o que está no Topo é o de melhor qualidade? Essa era Black Mirror da sociedade é capaz de atingir e destruir alguém emocionalmente mas não é capaz de perder a piada. DEUS ME DEFENDERAY. mais uma vez, AMÉM DEMI LOVATO AMÉM.

  2. Meus parabéns pelas ótimas palavras , Amo Demi Lovato ela é minha vida ,mesmo muitas pessoas falando mal eu não ligo , sei do talento e a humana que ela É , Chorei agora

  3. Lica disse:

    Nunca fiz parte desses, felizmente, e sempre aproveitei as ótimas lives e presença de palco dela bem na minha e torcendo pela volta por cima em alguns números de novo e o cala boca nos que tentam desmerecer…
    Só na cabeça dos fúteis obcecados por diva pop do tt, rivalidade entre elas, e que se sentem mais divas que as próprias, pra considerar Demi flop. Já acho o termo tão ridículo, e pior quando leio os argumentos para considerar um… parece que nas redes ultimamente decidem amar ou odiar junto, seja no que for, e quando tudo muda de figura nem fingem ao mudarem de “opinião”… A raiva dessa gente é que além de ótima de fato, Demi é honesta demais e muitas vezes não se calou nem sobre os favoritos do momento dessa gente. E alguns fãs da própria muitas vezes vão nessa também, pelos outros.

    Pra mim, Demi se mantém praticamente “sozinha” nesse meio. Conquistou o espaço dela quando nova e mantém bem até hoje sem “padrinhos” . Fases todo artista têm, assim como nós, aliás. TMYLM é a prova disso, e graças que a vida é bem maior que haters, do contrário ela não estaria nesse momento merecido.

    Nunca considero ou gosto de um artista por charts, e inclusive não vejo nada em alguns dos que mais vendem hoje em dia. E só torço para meus favoritos irem bem neles porque eles realmente merecem. Demi é uma. Única que tenho como favorita dos mais novos, além da Ariana, Little Mix, e de admirar Tori Kelly e Shawn Mendes.
    Coitado desse meio (e de quem acompanha) se só dependessem de artista que é praticamente apenas imagem.
    Vejo Demi da mesma forma que foi citado, e inclusive não entendo quando falam dela finalmente se encontrar no meio, quando pra mim parece tão claro onde ela se encaixa nesse meio, e como ela faz bem à tantos por isso.
    Da Disney no geral, Xtina e ela são minhas favoritas.

    Enfim… Feliz pela volta ainda melhor dela. O álbum tá maravilhoso, e torço por mais indicações, que diferente do que hater tenta forçar, é reconhecimento sim. E se nota por como tratam lá também.

    E no fim, penso que flop é essa gente. Demi e outros estando ou não entre os que mais vendem, continuam trabalhando como e com o que querem e gostam, ganhando o suficiente para decidirem parar quando quiserem e se mantendo tranquilos.

Deixe uma resposta

Seu email não será divulgado, fique tranquilo *